3ª Edição MD+ Vida

Evento em parceria com MT-Hemocentro e Marcio Designer®.

Realizado em 13 e 14 de Novembro de 2019, onde cada candidato a doação ganhou uma pulseira da coleção Soutache e um Pingente em Prata com banho de ouro, símbolo da campanha.

No período foram atendidos 406 candidatos, sendo coletados 309 bolsas de sangue. Dos candidatos a doação, 98 fizeram pela primeira vez.

Com este resultado, a campanha MD+ Vida se consolida como uma das maiores campanhas de doação de sangue do estado de Mato Grosso.

 

Algumas Imagens do evento:


 

    

  

 

 

____________________

 

MT-Hemocentro com o apoio da Marcio Designer® convida você nos dias 13 e 14 de Novembro de 2019 para fazer parte da corrente do bem.
Como gratidão, cada doador de sangue ganhará uma pulseira da coleção Soutache com pingente em prata com banho de ouro, símbolo da campanha. 

Data: 13 e 14 de Novembro de 2019.
Horário: A partir das 07:30, limitado a 160 senhas por dia. 
Local: Rua 13 de Junho, 1055 - Centro Sul, Cuiabá - MT, 78005-100.
Telefone/Informações: (65) 3623-0044, Ramal 211.
Mídias Sociais: @MarcioDesignerOficial #mdmaisvida #mthemocentro

 


______________________

Informações extaídas do link: http://www.saude.mt.gov.br/hemocentro/pagina/71/doacao-de-sangue em 06/11/2019

Quem pode doar sangue?
Condições básicas para doar sangue:

  • Sentir-se bem, com saúde;
  • Apresentar documento com foto, válido em todo território nacional; 
  • Ter entre 18 e 65 anos de idade; 
  • Ter peso acima de 50Kg.

Recomendações para o dia da doação:

  • Nunca vá doar sangue em jejum; 
  • Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior a doação; 
  • Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores; 
  • Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação; 
  • Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes a doação; 
  • Interromper as atividades por 12 horas as pessoas que exercem profissões como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, subir em andaimes e praticar pára-quedismo ou mergulho.

Quem não pode doar?

  • Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade; 
  • Mulheres grávidas ou amamentando; 
  • Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas; 
  • Usuários de drogas; 
  • Aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos. 

O que acontece depois da doação?

O doador recebe um lanche, instruções referentes ao seu bem estar e poderá posteriormente conhecer os resultados dos exames que serão feitos em seu sangue. Estes testes detectarão doenças como AIDS, Sífilis, Doença de Chagas, HTLV I/II, Hepatites B e C, além de outro exame para saber o tipo sanguíneo. Se for necessário confirmar algum destes testes, o doador será convocado para coletar uma nova amostra e se necessário, encaminhado a um serviço de saúde.

O que acontece com o sangue doado?

Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas e plasma) e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada. Os componentes são distribuídos para os hospitais da cidade para atender aos casos de emergência e aos pacientes internados.